Filhas das Trevas
Bem Vindos ao Forum Filhas das Trevas, conecte-se e veja todas categorias(e paginas) do forum!
Conectar-se

Esqueci minha senha

Bem vindo!

Últimos assuntos
» GENTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! Cade todo mundo?!
17/06/18, 02:24 am por Sophya

» Apresentação
14/09/14, 05:11 pm por Rafinha

» Nova na área...
09/04/14, 09:30 am por Isadora Aleh Ferry

» O Resgate do tigre - Colleen Houck
28/03/14, 03:49 pm por elida_martins

» Oi :3!!!!!
02/01/14, 12:03 am por Beatriz

» Sociologia Vampira 415 // IMPRINTING
29/12/13, 01:54 pm por Duda Redbird

» Um elenco para The house of night.
29/12/13, 01:49 pm por Duda Redbird

» Da carona ou atropela?
09/12/13, 04:02 pm por Debrah

» Zoey Redbird
17/10/13, 04:20 pm por Bella Salvatore

Foruns Parceiros
banners rolando pra cima

True Blood Portugal



Vampire Academy Portugal

Forum Fallen - Hush,Hush - Anjos Caidos

Apaixonados por Livros

Os membros mais ativos do mês

Nosso Twitter!
Frase do Mês!!
"Os livros nos dão conselhos que os amigos não se atreveriam a dar-nos." Samuel Smiles

Lágrimas divinas

Ir em baixo

Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 31/01/10, 05:19 pm

Leave out All the Rest


Talvez eu ficasse para sempre aqui,será que poderia morrer se ficasse tanto tempo longe?Acho que não tão facilmente,afinal eu não era mais uma novata havia tempo.Mas ficar aqui,nesta caverna no meio da mata,tendo apenas o som continuo do fluir da nascente do rio,era reconfortante,e fazia sumir,mesmo que por alguns segundos,a dor que assolava a minha alma,uma dor tão profunda que nem mesmo a Deusa conseguia aplacar.As vezes meu olhar fitava o vazio,como se buscasse alguma coisa,qualquer coisa,as vezes,eu fechava bem forte os meus olhos e desejava nunca mais abri-los,mas aquela voz em minha mente,a voz de Nyx,continuava a dizer,vez após vez,”abre seus olhos,lute,volte”.
Mas eu não queria,por mim,ficaria aqui mesma,com as costas apoiadas na parede gelada-embora eu não sentisse o frio-,os cabelos desarrumados,sujos de folhas e terra,a roupa rasgada em varias partes onde os galhos prenderam,abraçando minhas pernas,testa apoiada nos joelhos,olhos que vertiam tantas lágrimas que me admirava ainda não ter desidratado,talvez porque vampiros não morram por algo tão bobo.Mesmo tendo perdido um pouco a noção de horas e dias,sei que estou aqui nesta caverna,pouco mais de uma semana,mas,as coisas,tudo,parece ter acontecido ontem.
Sentia que não iria me recuperar,nunca,que aquele buraco ficaria para sempre em mim,mas isso era tão errado!Todos tínhamos consciência daquele fato,principalmente eu,afinal,eu não era uma simples vampira,mas eu era uma sacerdotisa,a Grande Sacerdotisa e diretora da Morada da Noite daquele lado do país.Eu fora instruída nos segredos da Deusa,fora escolhida por ela,mas como foi dito uma vez,ser Escolhida é uma benção,mas também dói.
Tentava não pensar em nada,manter minha mente livre de qualquer pensamento talvez fosse bom,mas não estava funcionando,cada tentativa minha,produzia o efeito contrário,e eu me lembrava de tudo,mas talvez,encarar as lembranças,aceita-las,talvez isto pudesse sim,me ajudar.


Ser diretora era uma tarefa árdua,ainda mais sendo também a Grande Sacerdotisa,mas eu gostava,sabia desde que fora Marcada que meu destino seria grandioso e que eu teria feitos dignos das páginas dos livros.Minha família humana,graças a Deusa,mostrou-se feliz por eu ter sido escolhida,me apoiaram e sempre nas visitas familiares,estavam todos presentes.
Me dei bem desde o primeiro dia,tive sorte com a companhia de quarto,era uma garota engraçada,esperta e mostrou-se grande amiga desde o inicio,e continua comigo até hoje,enquanto dirijo a escola,ela leciona.Ficamos amigas de imediato.Juntas,sentávamos à mesa do refeitório e logo começávamos aquele papo sobre os mais gatos do colégio.Havia um em especial,ele era lindo demais!Tinha um sotaque russo irresistível,um sorriso tão perfeito,era alto,corpo definido,cabelos negros e compridos,praticamente um deus!Lembro que na primeira vez em que o vi,eu estava andando com a bandeja no refeitório,distraída conversando com Maryah,quando dei com tudo nele.Caiu eu,caiu bandeja,caiu tudo,mas enquanto tudo ia ao chão,eu era amparada por braços fortes,e quando olhei para cima,o vi.Aqueles olhos eram negros com a noite,e brilhavam como se possuíssem estrelas.Ele sorriu e perguntou com aquele sotaque lindo de morrer,se eu estava bem.Murmurei alguma coisa,ciente de que estava fazendo papel de boba e sentindo,meu rosto corar furiosamente,mas ele não parecia ligar,talvez estivesse acostumado a ver garotas tendo ataques perto dele.Me colocou em pé e pediu desculpas por ter esbarrado em mim,disse que eu deveria me sentar que ele,iria pegar uma nova bandeja para mim.Sem conseguir raciocinar direito,fui me sentar,e acho que eu não era a única naquele estado,pois Maryah estava na mesma situação,sentada ao meu lado.Era a primeira vez que o víamos,pois entramos no mesmo dia,na Morada.
Ele logo voltou,trazendo um novo lanche para mim,ajoelhou-se ao meu lado,segurou minha mão e a beijou delicadamente.
-É um prazer conhece-la,perdoe minha falta de jeito ao esbarrar em você,me chamo Dimitri.- aimeudeus,aquele sotaque...eu suspirei e finalmente recuperei minha sanidade.
-Nyx...-senti meu rosto corar novamente quando ele sorriu,surpreso por eu ter dito aquele nome,me apressei a explicar.- err...bem,eu sonhei com a Deusa,e ela me chamava por esse nome,pelo nome dela,então...-eu estava me atrapalhando novamente e ajeitei,nervosa,uma mecha de meu cabelo atrás da orelha.Dimitri sorriu ainda mais.
-Combina com você,minha deusa.
Bastou apenas aquele momento,para que eu me apaixonasse por ele,mesmo sendo um ano mais velho do que eu,e conseqüentemente estando em uma classe avançada,isso não parecia ser problema para ele,e começamos então,um namoro.
Alguns dias depois,para minha surpresa,revelei ter um dom para com os elementos,e não apenas para um,mas para quatro deles!Menos para o elemento ar,mas o restante estava ali,e nem nossa Grande Sacerdotisa na época,tinha tal dom.Logo eu estava em treinamento para um dia,ser a próxima Grande Sacerdotisa.
Eu tinha amigos leais,um namorado lindo de morrer,que revelou ter um irmão,e para nossa surpresa,seu irmão também fora Marcado e chegou na escola pouco depois do natal.Alexander era seu nome,e era tão bonito quanto Dimitri,se não soubesse que havia a diferença de 2 anos entre eles,diria que eram gêmeos,e qual foi a minha alegria,ao ver que ele se dera tão bem com Maryah,que logo estavam namorando,éramos uma família!
O tempo passava,eu continuava meus estudos e treinamento,progredia em ambos,tudo ia maravilhosamente bem,mas havia também,aqueles momentos para os quais ninguém gostaria de ver acontecer.Vi alguns novatos terem a transformação rejeitada pelo corpo,éramos preparados para isso,afinal poderia acontecer conosco,mas ainda assim,era horrível saber que aquela pessoa,não estaria mais em nosso mundo,que a Deusa iria acolhe-lo em seus braços para a vida eterna.
Dimitri estava no ultimo ano,era um exímio esgrimista e poeta,meu poeta guerreiro.Eu continuava apaixonada por ele,e ele por mim,sonhávamos em uma vida juntos,quando aconteceu,o que segundo pensei,era o fim.
Estávamos caminhando para o refeitório após,bem,após um encontro romântico,quando Dimitri caiu de joelhos na calçada,uma das mãos apoiada no chão,a outra apertando o peito.Gritava de dor,logo a camisa preta ensopada,de sangue eu pensava.Achei que ele estava rejeitando a transformação,fiquei desesperada,gritei por ajuda,chorava compulsivamente,pensando que iria perde-lo.Alguns novatos se aproximaram para tentar ajudar,embora naquele momento nada pudesse ser feito.Maryah que havia visto a cena de longe,correu para chamar a diretora,Neytiri.Eu estava abraçando Dimitri,que se contorcia em meus braços.E então tudo cessou,por alguns segundos,pensei que meu mundo havia acabado,que eu perdera meu namorado e amigo.Mas então ele se mexeu,ficando de joelhos na minha frente.
Sua marca estava completa,e em seu rosto,linhas finas,mas marcantes,desenhavam uma linda máscara,mais comprida de um lado do que do outro,terminando em uma suave curva na altura do pescoço.Dimitri havia completado sua transformação.Eu me atirei em seus braços,soluçando,agora de felicidade.E de alivio também.
Depois deste dia,Dimitri precisou sair da Morada,mas por alguns tempos,iria treinar mais,havia recebido o convite de permanecer na escola,substituir o professor de esgrima,que iria se aposentar e mudar com a esposa,nossa Grande Sacerdotisa e também,diretora,para uma ilha tropical,o que claro,era bem estranho de saber,mas fazer o que né?Mas ele iriam apenas daqui a algum tempo,e Dimitri aproveitou para rever a família e aprimorar seu treinamento.Claro que eu não gostaria disso,de te-lo longe,mas sabia que ele iria voltar,para mim.
Mantínhamos contato sempre,por telefone,e-mail,torpedos no celular,até por carta!O ano seguinte,seria decisivo para o futuro de nossa relação,para minha vida,e para a vida de meus amigos.Estávamos no ultimo ano.
Eu estava terminando o ritual da Lua Cheia,fechando o circulo enquanto me despedia de cada elemento,estava no ultimo quando aconteceu comigo.Pensei que meu peito fosse explodir,que meu coração fosse sair voando de seu lugar,o ar me faltava e eu sentia como se inúmeras lanças me perfurassem,primeiro achei que estava morrendo,mas uma voz soou em minha mente “parabéns minha filha,seja bem vinda”,eu estava me transformando!!Quando a dor passou,finalmente pude me levantar,e todos me encaravam,assombrados e felizes.Olhei no espelho que Maryah me entregou,vendo a minha Marca preenchida,e as linhas que desciam por meu rosto,suaves e firmes,formando desenhos que mais lembravam aqueles que costumam ornamentar armas em filmes de fantasia,como em O senhor dos anéis,era essa a palavra,minha Marca parecia um desenho élfico!!
Enquanto eu estava no ritual de passagem,soube o que acontecera com Maryah,ela também havia passado pela transformação,poucas horas depois da minha.
Pude terminar meu treinamento e recebi o convite de não só permanecer ali como Grande Sacerdotisa,mas como também diretora e professora,enquanto que Maryah recebeu o convite para ficar também,tornando-se a nova professora de teatro.
Dois anos se passaram e eu finalmente assumi como diretora,e no dia em que assumi meu cargo,Dimitri retornou,parecia ainda mais lindo,um deus entre os deuses.Fiquei tão feliz quando ele voltou,eu sabia que ele iria,mas vê-lo ali,na minha frente,tão lindo e sorrindo,era perfeito.
Passamos a noite (ou seria o dia?) juntos,matando as saudades que sentíamos do corpo um do outro,da alma,e do sangue.Tínhamos nos carimbado ainda na época de novatos,mas não era forte,mas quando Dimitri se transformou,nos carimbamos novamente,e nosso laço havia ficado ainda mais forte.Ele assumiu o cargo de professor de esgrima,e havia adquirido fama enquanto esteve fora,era tão bom quando um Filho de Erebus.
Eu me sentia completa agora,o tendo ao meu lado novamente.
Os anos passavam sem que eu os percebesse,e logo completou vinte anos de minha estada como diretora.Poucas coisas mudaram,e para minha felicidade,foram poucos os calouros que não conseguiram completar a transformação.E então aconteceu,lembro daquele dia como se fosse hoje.
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Daisy em 01/02/10, 10:23 am

iw nyx que bom ter voce e seus lindos fics de volta

_________________
"EU POSSO REALIZAR TODOS MEUS SONHOS!!E EU VOU REALIZA-LOS"


Merri meet, merri part, and merry meet again.
avatar
Daisy
Filhos de Erebus
Filhos de Erebus

Mensagens : 1062
Pontos : 1169
Data de inscrição : 09/09/2009
Idade : 29
Localização : Paraiso

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Daisyflower
Classe: Sextos Formandos Sextos Formandos
Afinidade Afinidade: Ar Ar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Maryah em 01/02/10, 04:35 pm

Hum, sou eu no meio da fic!!! *-*

Sotaque Russo?? OMG é ele mesmo!!! *O* Dimitri!!!

..."combina com vc minha Deusa..." - disse com aquele sotaque russo!!! (vou ali morrer já volto*).

Alexander (opa) gostei dele!!!

O.O o que aconteceu que vc não falou?? quero maisss!!!
Dimitri *baba*
avatar
Maryah
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 352
Pontos : 366
Data de inscrição : 06/10/2009
Idade : 27
Localização : Florianópolis/SC

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Maylu
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por kaa em 02/02/10, 07:33 pm

*¬*
surtei !
só consigo dizer isso

manda o resto da historia q eu amo ler coisas sobre esse bichinho lindo !
avatar
kaa
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 289
Pontos : 297
Data de inscrição : 23/08/2009
Idade : 25
Localização : biblioteca ... lendo livros do kizzy ysates e pensando na morte da bezerra.

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Mayflower Madam Duncan
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 03/02/10, 08:39 pm

Eu estava em meus aposentos com Dimitri,deitada em seus braços,falando animada sobre o que eu planejava para o próximo ritual,quando bateram com urgência na porta,me fazendo pular na cama,assustada,pois não esperava que houvesse interrupção,as batidas recomeçara,e me levantei rapidamente,vestindo um roupão negro de seda.Ao abrir a porta,Maryah estava ofegante,pelo jeito havia corrido,e bastante.
- Você precisa...vir Nyx – antes que eu pudesse dizer ou fazer algo,estava sendo puxada pelo corredor,enquanto Dimitri seguia atrás de nós.Maryah nos levou até o lado oeste da Morada,perto de um grande portão que dava diretamente para os penhascos atrás da Casa.Não entendi o porquê de me arrastar daquele jeito,até que o vi caído ao chão.
- Maryah!Por que não chamou diretamente alguém da ala da enfermaria?? – Ela parou,me fitando em silêncio por alguns segundos.
- Não sei direito,mas,eu ouvi a voz da Deusa,e ela me dizia para chamar você.
A fitei em silêncio por breves segundos,arqueando sutilmente uma das sobrancelhas.
- Tudo bem,mas agora vá lá,peça que preparem um leito!
Eu lhe dizia enquanto corria até aquele garoto,me ajoelhando em seu lado.Estava ferido,bastante,parecia ter apanhado ou algo ainda pior,e sua Marca era recente,eu podia sentir.”Um novo Marcado”,ressoava em minha mente enquanto eu o ajeitava,a cabeça apoiada em meu colo.Ele deveria ter sido Marcado a poucas horas,mas já apresentava as mudanças,uma beleza mais acentuada do que já possuía quando humano.Os cabelos era negros como os de Dimitri e estavam na altura do queixo,bagunçados e sujos.Ele abriu os olhos lentamente,revelando suas lindas esmeraldas,me fitou em aparente choque,talvez aturdido pelo o que tinha acontecido,e murmurou apenas uma palavra,antes de mergulhar na escuridão de sua mente.
- Deusa...
Dimitri o carregou até a enfermaria e lá cuidaram dele,claro que eu estava ajudando,afinal meus dons deveriam ser usados sempre que alguém precisasse.Em poucas horas ele havia se recuperado,nossa Deusa era generosa com seus filhos,e estava lúcido quando entrei novamente na enfermaria.Sorri ao vê-lo desperto,me aproximando de seu leito.
Como esta se sentindo James? – Coloquei a mão em sua testa e ele estremeceu. – Não precisa ter medo de mim,não irei machuca-lo.
Devagar ele se sentou,sem tirar os olhos de mim,os machucados haviam sumido por completo e sua Marca reluzia.
- Não queria ter sido rude,perdoe-me,estou apenas tentando me acostumar a tudo. – sua voz era lindo,de certo ele teria talento para encantar pessoas com ela.Passou a mão pelo cabelo enquanto suspirava- E...bom,como sabe o meu nome?
- Bem,você estava delirando depois que lhe trouxemos para cá,me disse seu nome,e...e o que fizeram.
Ele se encolheu ligeiramente quando toquei no assunto,mas sentei-me ao seu lado na cama,pegando sua mão com carinho,o que fez corar enquanto me fitava novamente.
- Não se preocupe,ninguém além de mim ouviu,e lhe prometo em nome da Deusa,que jamais tocarei nisto.Pode confiar em mim. – sorri,tentando lhe passar confiança.Eu entendia o que ele sentia,comigo havia sido diferente,mas para alguns novatos,a mudança não foi encarada facilmente por aqueles que lhes eram próximos.
Ele me deu um lindo sorriso ao responder.
- Eu confio.
Em pouco tempo ele estava integrado na vida da Morada,e havia adotado um novo nome,como muitos de nós fazia,agora ele atendia por Caleb,e quando lhe perguntei o motivo da escolha,ele apenas deu aquele seu sorriso,dizendo que uma vez havia escutado,e gostou da sonoridade.Logo estava conhecido entre os novatos,pois possuía uma habilidade notável para com a esgrima,e era o melhor aluno de Dimitri,e como eu havia previsto ao escuta-lo pela primeira vez,havia sido agraciado com o dom de cantar.Havia se tornado o novo preferido das garotas,mas ele era um garoto gentil,e não possuía desavenças com ninguém,e eu,parecia caminhar ao contrário.
Dimitri estava sempre viajando,se ausentando,sempre atrás de torneios,desafios,e aquilo começava a me incomodar,eu não gostava quando tinha que arrumar um professor substituto e muito menos,por ficar longe dele,sim,eu tinha ciúmes,mas ele era tão cobiçado.
Acabei jogando isso quando brigávamos,e ele atacou dizendo que eu não confiava nele,que eu queria que ele ficasse parado ali,preso nas aulas.Era uma briga boba,mas chegamos aos extremos dela,e Dimitri partiu depois de dizer coisas horríveis.Foi embora,me deixando ali,parada sozinha aos pés da arvore que tantas vezes presenciara nossos encontros na juventude,mas eu estava enganada quanto ao fato de estar sozinha.
Quando desabei de joelhos,chorando feito uma adolescente,ouvi passos,e ao olhar para cima,me deparei com Caleb me olhando,e pela primeira vez eu vi preocupação em seus olhos,e...eu estava errada,mas,via dor também?
Ele se abaixou ao meu lado,me abraçando,e não pude agüentar mais,caí em seus braços em um choro descontrolado.Não sei por quanto tempo fiquei chorando,mas parecera uma eternidade.Quando finalmente sentia que podia me controlar enfim,ergui um pouco o rosto,vendo a grande mancha de molhado que eu havia deixado na camisa dele,erguendo um pouco mais o rosto,encontrei seus olhos verdes olhando diretamente nos meus,ele alisou meu rosto,secando o restante das lágrimas.
- Devo estar medonha...uma Alta Sacerdotisa chorando como uma criança,que vergonha...- rio suavemente,mas sem alegria na voz.Ele deslizou a mão pelo outro lado de meu rosto,ajeitando uma mecha de meu cabelo.
- Não há vergonha alguma em chorar quando se tem vontade,e mesmo sendo uma Alta Sacerdotisa,você ainda é uma mulher...a mais linda delas.
Sorri com o galanteio,rindo suavemente,sutilmente melhor.
- Não acha que é muito jovem para ser encantador desta forma? – me afasto o suficiente para fita-lo melhor,mas ainda estava nos braços dele.
- Talvez...- ele sorri,mas logo seu sorriso sumia.- Me perdoe por ter visto a briga,eu não tive a intenção de invadir sua privacidade,eu estava procurando pelo professor Dimitri,e os vi brigando,não conseguia me mover,era como...como se eu precisasse ficar e ajuda-la. – em seus olhos era claro o arrependimento por ter,segundo suas palavras,invadido a minha privacidade,ele parecia envergonhado por aquilo.
- Não precisa se preocupar,foi bom você estar aqui,afinal,nos braços de quem eu iria chorar,e simplesmente encharcar a camisa? –sorrio,tentando apagar aquela expressão de dor em seus olhos que por algum motivo,me afetava.
Ele me olhava em silêncio,pensativo.Ele parecia tão maduro agora,e eu tinha que aceitar o fato de que foi uma benção a Deusa te-lo mandado ali naquele momento,sozinha teria sido muito mais difícil de suportar tudo aquilo.Me levanto,limpando a terra que havia grudado em minha roupa,ele fazia o mesmo,ficando parado na minha frente,só agora pude reparar o quanto ele era alto e forte,não todo cheio de músculos,mas dava aquela sensação de segurança que toda garota gosta de ter.Certo.Eu não deveria ter aqueles tipos de pensamento,não após ter sido abandonada,e muito menos por um novato,afinal,eu era a diretora!
Acho que Caleb notou alguma coisa em minha expressão,pois a dele mudou por alguns segundos,ele então levou uma das mãos até minha orelha esquerda,colocando uma mecha de meu cabelo para trás,e ao puxar a mão,havia uma pequena flor nela,que me entregava.
- Como adivinhou que ainda gosto destas mágicas humanas? – eu estava surpresa com aquilo,claro que como sacerdotisa,eu sabia o que era o poder verdadeiro,mas,quando era uma criança humana,eu adorava aqueles shows de mágica.
- Intuição talvez,como a que me trouxe para perto de você deusa.
Certo,aquilo me pegou desprevenida novamente,ele havia me chamado assim enquanto delirava,mas agora,era diferente.Seu olhar escuro lembrava tanto o olhar de Dimitri,a determinação que eu via ali,que não pude evitar a nova leva de lágrimas que tomavam meus olhos.Ele se surpreende com minha reação,dando um passo para frente,quanto que eu,recuo um passo.
- Eu...eu tenho que ir Caleb,volte para as aulas... – minha voz estava alterada,cortada.Me viro e desato a correr,usando a névoa para me ocultar e chegar em meus aposentos,onde passo o restante da noite,e do dia também.
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Maryah em 04/02/10, 04:52 pm

*batendo Palmas* ficou lindo Nyx, ain o Dimitri foi um bocó-de-mola....
ainnn o Caleb, adorei *-*
faz truques hem!? ele lembro disso Rolling Eyes

Muito bom!!! quero mais....*O*
avatar
Maryah
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 352
Pontos : 366
Data de inscrição : 06/10/2009
Idade : 27
Localização : Florianópolis/SC

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Maylu
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por kaa em 05/02/10, 09:48 pm

não creio q tu e a nyx fizeram a campanha do dimitri....

mas só pra entar na onda vou fazer uma pro meu Adrian ....

Campanha do contra: Adrian invada meus sonhos
avatar
kaa
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 289
Pontos : 297
Data de inscrição : 23/08/2009
Idade : 25
Localização : biblioteca ... lendo livros do kizzy ysates e pensando na morte da bezerra.

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Mayflower Madam Duncan
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Daisy em 06/02/10, 12:29 pm

nem falo nada

_________________
"EU POSSO REALIZAR TODOS MEUS SONHOS!!E EU VOU REALIZA-LOS"


Merri meet, merri part, and merry meet again.
avatar
Daisy
Filhos de Erebus
Filhos de Erebus

Mensagens : 1062
Pontos : 1169
Data de inscrição : 09/09/2009
Idade : 29
Localização : Paraiso

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Daisyflower
Classe: Sextos Formandos Sextos Formandos
Afinidade Afinidade: Ar Ar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 06/02/10, 05:21 pm

aiushaishiuhaiuhiuhsa adorei sua campanha Ka XDDDDDDD
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por kaa em 06/02/10, 09:14 pm

fala serio o adrian é show de bola !!!!

amei sua fic !

posta mais!
avatar
kaa
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 289
Pontos : 297
Data de inscrição : 23/08/2009
Idade : 25
Localização : biblioteca ... lendo livros do kizzy ysates e pensando na morte da bezerra.

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Mayflower Madam Duncan
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 02/03/10, 10:35 am

Nossa...to devendo um novo capitulo...posterei logo \o\ *só não posto agora pq to em aula e sem o conto aq xDDDD*
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por kaa em 11/03/10, 02:19 pm

e eu q nem escrevendo a minha fanfic estou ....
to sem tempo e criatividade ....
avatar
kaa
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 289
Pontos : 297
Data de inscrição : 23/08/2009
Idade : 25
Localização : biblioteca ... lendo livros do kizzy ysates e pensando na morte da bezerra.

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Mayflower Madam Duncan
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Sophya em 16/03/10, 09:27 am

Nix ta perfeito! Adorei!
avatar
Sophya
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 196
Pontos : 207
Data de inscrição : 23/01/2010
Idade : 23

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Sophya
Classe: Sextos Formandos Sextos Formandos
Afinidade Afinidade: Água Água

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 18/04/10, 08:28 pm

Que vergonha!A Alta Sacerdotisa se descabelou de tanto chorar, nos braços de um novato, e ainda saiu correndo com uma adolescente em crise.Na noite seguinte, apareci impecável para dar minha aula, embora meu coração estivesse em ruínas, eu não podia deixar isto transparecer, não seria ético levar meus problemas para o trabalho.

A semana passou voando enquanto eu fingia estar em meu mundo perfeito, e mantinha uma distancia saudável de Caleb.Sei que devia estar parecendo mal educada ao ignorar seu olhar, mas, as coisas não eram assim tão fáceis, eu acabo de perder aquele que desejava ter por toda a eternidade, um novato lindo (minha nossa, que vergonha, uma Alta Sacerdotisa experiente como eu, simplesmente babando por um calouro) que estava mexendo com minha cabeça.Isso não era o comportamento esperado de alguém como eu, mas certas coisas simplesmente acontecem.

Eu estava sentada em meu aposento, com um velho livro sobre meu colo, mas não conseguia me concentrar para ler.Minha visão estava voltada para fora da janela.Sentia a falta de Dimitri, tanta falta que às vezes havia dor até mesmo para pensar.Eu o queria perto de mim, mas ele estava longe, e não queria falar comigo.Não percebi quando Maryah entrou no quarto, apenas quando estava parada na minha frente, me fitando preocupada.Ela se abaixou na minha frente, a mão sobre a minha.

- Esta sentindo muito a falta dele...não é? – balanço a cabeça, concordando, sentindo que minha voz havia me deixado ao falar dele. – eu falei com Alexander, mas nem ele conseguiu falar com o irmão, me desculpe por não poder ajudar Nyx.
Sorri suavemente, ela estava me ajudando bastante, desde que Dimitri foi embora, juntou forças com Alexander para me ajudar, mas Dimitri era muito cabeça dura.

- E eu sei que este assunto é delicado também, mas, notei algo entre você e Caleb. – arregalo os olhos, claramente surpresa pela revelação.Claro que eu vinha me comportando normalmente, e raramente ficava perto dele, mas, eu não podia esconder algo assim de Maryah, somos amigas tem tanto tempo que somos praticamente irmãs, ela sabe perfeitamente bem o que se passa comigo, mesmo que eu não diga nada.

- Não sei o que esta acontecendo comigo Maryah, eu não deveria agir assim, Dimitri me deixa e já estou me interessando em outro...me sinto...como aquelas vadias da nossa época de colégio. – suspiro, estava me sentindo tão cansada. – eu amo Dimitri, amo mais do que tudo, mas...não consigo evitar a atração, mas Caleb é um novato Maryah!Não pode haver um relacionamento entre professor e novato, é errado, e no meu caso, mais ainda!

Tampo meu rosto com as mãos, suspirando.Eu estava de fato confusa e péssima, ainda mais pela rapidez dos fatos.Algo aconteceu naquele dia, quando chorei, algo que eu não podia explicar, e agora aquele rapaz estava na minha mente.A Deusa agia por caminhos misteriosos, e quando tentei consulta-la, perguntar sobre o que eu deveria fazer, sua voz soou carinhosa em minha mente, uma única palavra: Viva.

- E se, estou certa, você já deve ter contado tudo para Nyx, não é? – não pude deixar de sorrir ao ouvi-la, certa como sempre. – Então não há nada de errado em querer viver, Dimitri lhe causou um rombo em seu coração, e Caleb, pelo o que pude notar, deseja fazer sumir este buraco.Sei que vai contra os regulamentos, e que parece um pouco precipitado, mas, talvez, Nyx tenha lhe mandado Caleb, não sabemos o que ela reserva para nós, mas devemos seguir em um dos caminhos que ela nos oferece, então... – ela sorri, se levantando. – Eu, Ana e Daisy vamos nos reunir e ver um filme quer vir?

Me levanto, indo em direção ao guarda-roupa.

- Hnm...obrigada pelo convite, mas acho que irei andar um pouco pela cidade, faz tempo que não faço isso.E muito obrigada pela ajuda, você sempre sabe as palavras certas. – ainda sorrindo, a abraço antes de sair do quarto, já devidamente vestida.Não me dou ao trabalho de cobrir minha Marca, e não precisava, os novatos costumavam fazer isso, mas como uma vamp, eu não precisava.

Como já era dia, as ruas aos poucos ganhavam movimento, ainda era cedo, por isso achei melhor ir até uma cafeteria.Eu costumava freqüenta-la havia alguns anos, por isso não encontrava muitos problemas naquele lugar.Ali eu podia pensar com calma, sem me preocupar com nada, exceto eu.Maryah estava certa em suas palavras, e se meu coração estava maluco daquele jeito, estava maluco, e não errado, e a deusa, ela não estava zangada comigo.

Estava tão imersa em meus pensamentos, deixando o café esfriar na minha frente, que só notei as batidinhas no vidro, depois que uma criança sentada perto de mim, olhou para fora e falou com a mãe.

- Mamãe, porque aquele garoto ta batendo na janela?
Ao olhar na direção que ela apontava, quase derrubo a mesa ao dar um pulo: Caleb estava ali.Ele sorriu e acenou para mim, e fez novamente seu truque com a flor, a deixando sobre o murinho na frente do vidro antes de sair, caminhando devagar com as mãos nos bolsos da calça.Simplesmente não sei o que me deu naquela hora.Levantei e deixei algum dinheiro para pagar a conta, nem percebi quanto.Sai da cafeteria e fui direto para onde a flor estava, a pegando com cuidado antes de caminhar na direção em que ele foi.Não pensei no que estava fazendo, não pensei em nada, eu era movida por uma força maior do que eu.

Quando dei por mim, estava parada em uma linda pracinha que havia ali, com vários bancos espalhados, um playground, ladeado por varias arvores frondosas.Caleb estava encostado em uma das arvores, o rosto voltado para cima, mas estava com os olhos fechados, o cabelo desarrumado como se tivesse acabado de acordar, mas que lhe dava um ar incrível.Paro em sua frente, a flor ainda em mãos.Ele abaixa o rosto e abre seus olhos, me fitando com aqueles lindos olhos tremendamente verdes, enquanto um sorriso nascia em seus lábios.Fitou-me em silêncio por alguns segundos, e então, simplesmente sem mais nem menos, me enlaça pela cintura, me puxando para ele em um abraço, seus lábios juntos aos meus.Sem aviso, sem palavras, simples assim.Fui pega totalmente de surpresa, e a primeira coisa que eu deveria fazer, seria me afastar, a segunda, dar-lhe um tapa pela ousadia, mas a única coisa que consegui fazer?foi retribuir o beijo.


Gente, malz pela demora em voltar e postar a continuação =\
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Maryah em 20/04/10, 12:20 am

Ficou ótima Nyx!!! Poxa, adorei...já pode dar algum Spoiler do que vai acontecer?! To curiosa =P
avatar
Maryah
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 352
Pontos : 366
Data de inscrição : 06/10/2009
Idade : 27
Localização : Florianópolis/SC

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Maylu
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Sophya em 20/04/10, 09:00 am

Perfeito! Eh lindo d+.
avatar
Sophya
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 196
Pontos : 207
Data de inscrição : 23/01/2010
Idade : 23

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Sophya
Classe: Sextos Formandos Sextos Formandos
Afinidade Afinidade: Água Água

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 12/05/10, 08:23 pm

Seus lábios eram tão macios e suaves, mas quentes, ardiam pelo desejo que sentia por mim e que era transmitido a cada segundo. Não fiquei surpresa ao retribuir na mesma intensidade, com o mesmo desejo. Sim, eu o havia desejado, admito. Não sei se por meu coração ainda estar tão machucado por Dimitri, não sei por qual motivo, tivemos poucos momentos juntos, mas que foram o suficiente para fazer nascer aquele desejo inexplicável entre nós. Eu confesso que várias vezes me peguei pensando em Caleb, e não em Dimitri como eu deveria fazer.

Mas o ardor daquele beijo, daquele momento, fazia meu coração disparar e me fazia perder o ar, seu desejo era tão intenso, tão profundo que me deixava atordoada. Ele afasta sutilmente seus lábios dos meus, sorrindo enquanto uma das mãos afastava algumas mechas de cabelo que haviam caído sobre meu rosto.

- Perdoe-me se a assustei assim, mas já estava ficando difícil segurar por mais tempo, não sabe o quanto tenho pensado em você minha deusa.

Minha nossa! Quando ele falava assim, eu sentia minhas pernas ficarem bambas e meu ar escapar completamente, caramba, ele sabia direitinho como me visgar.

- Não precisa se desculpar Caleb.- rio suavemente, afagando seu rosto com carinho.- Sendo assim eu também deveria pedir, já que você também está em meus pensamentos, sempre.

- Sério!? – sua pergunta veio carregada de surpresa, como se jamais houvesse esperado por aquelas palavras. Sorri, acenando com a cabeça de forma afirmativa, rindo suavemente.

- Por que o espanto? Não se acha atraente o suficiente para me conquistar? – mantenho meu sorriso, vendo o dele se tornar ainda mais amplo e radiante.

- Sinceramente, apenas em meus sonhos, você não é como as outras, é especial demais. – ele continuava a sorrir, ficando ainda mais lindo do que já era.- Então eu realmente a conquistei?

Eu mantinha meus olhos fixos nos seus, e mesmo que quisesse desviar o olhar, não conseguiria, estava hipnotizada, completamente presa e desejava permanecer assim. Não havia nada que pudesse explicar aquilo, explicar como eu poderia estar daquele jeito por ele, enquanto ainda amava intensamente Dimitri, eu não fazia a menor idéia de onde aquilo poderia chegar, mas algo em mim, dizia para continuar seguindo.

- Completamente. – foi a minha única resposta antes de provar novamente de seus lábios cálidos.

Caleb estava afastando toda a dor que havia em mim, sua alegria, sua juventude e energia, sua vontade de viver intensamente cada segundo, até mesmo nos menores gestos. Por um lado nossa relação estava errada, afinal eu não só era mais velha do que ele, como também era diretora da Morada, Grande Sacerdotisa e sua professora e um relacionamento professor-aluno era terminantemente proibido, e eu estava inclusa nesta proibição, meu alto cargo não me isentava, mas eu sentia que nossa amada Nyx havia nos abençoado, que havia colocado Caleb em minha vida no momento certo e se a Deusa abençoava nossa relação, então não haviam problemas.

Passamos aquele dia todo no parque, sentados sob a proteção daquela frondosa árvore que assistiu o nosso primeiro beijo. Eu não me lembrava de outro dia tão lindo e pleno, não havia nada com o que se preocupar. Passei o dia em seus braços, encostada em seu peito, sentindo e ouvindo seu coração, cada batida. Havia deixado por algumas horas, o fato de ter tantas responsabilidade e tinha voltado a ser apenas uma mulher comum, curtindo cada segundo ao lado de seu amado.

Mas não poderíamos ficar assim para sempre e tivemos que voltar para a Morada antes que a noite caísse. Eu voltei primeiro, deixando Caleb sentado na cafeteria na qual eu estivera mais cedo. Agora que estávamos juntos, era difícil me separar dele.

Havia um sorriso bobo em meus lábios enquanto eu fazia o caminho de voltar, um sorriso que eu tivera apenas quando Dimitri me chamou de deusa pela primeira vez. Dimitri? Parei de andar, subitamente pega pela realidade. Eu estava me sentindo culpada por ter ficado com Caleb daquele jeito, enquanto meu coração ainda clamava por Dimitri, mas, eu sentia algo por Caleb, algo muito forte.

Respirei fundo, murmurando comigo mesma que não havia nada de errado naquilo, que Dimitri escolhera o caminho dele, e que certamente, encontraria outra. Hnm, certo, aquele pensamento não foi nada animador, mas eu estava fazendo isso com ele, não era?

Durante a aula, os alunos tiveram que chamar a minha atenção duas vezes, nas quais eu havia perdido o olhar pela janela, lembrando daquele dia. Foi engraçado, afinal era eu quem deveria lhes chamar a atenção. Caleb estava nesta turma, e eu tinha que manter todo o meu controle para não olhar apenas para ele, não deixar transparecer que eu o desejava, e isto era tão difícil. Mas a aula seguiu seu curso normal, alias, não só a aula, mas como aquele mês todo. Nos encontrávamos escondidos na cidade durante o dia e o fim de semana, e a cada encontro, eu sentia que o amor dele por mim aumentava, e o meu por ele também. Ainda havia o amor que eu sentia por Dimitri, e a dor por te-lo perdido, mas esta dor estava suportável, um pouco, graças a Caleb, e eu agradecia todos os dias a Nyx, por sua bondade comigo.
Nossa relação seguia normalmente, até o dia em que ele apareceu em meu quarto, de surpresa.

Aquele era um dos dias nos quais eu não conseguia deixar de pensar em Dimitri, na saudade que eu sentia por ele, e pensava no que ele estaria fazendo, e se também sentia a minha falta. Meu olhar estava fixo na paisagem fora da janela, quando escuto passos pelo corredor, e ao olhar para o lado, dou com Caleb vindo em minha direção.

- Caleb! – exclamo, sem conseguir evitar. – se lhe pegam aqui, estará com problemas, e eu também, o que esta – não pude responder, pois seu dedo indicador pousou suavemente sobre meus lábios, me calando.

- Eu sei disso Nyx, mas não consigo dormir, meus pensamentos estão em você, o tempo todo, eu a amo tanto, a desejo tanto. – acaricia meu rosto com as costas da mão, a paixão evidente em seu olhar. – Você é tudo o que eu desejo.

E então me beijou. Seu beijo era tão carregado de paixão e desejo, que fiquei sem fôlego, deixando escapar sem perceber, um gemido abafado em meio ao beijo. Aquele ato, aquele beijo havia afastado Dimitri de meus pensamentos, e Caleb os completava. Quando o beijo cessou, me coloquei em pé, o fitando diretamente nos olhos, sentindo meu coração bater loucamente no peito, já tínhamos passado um bom tempo juntos, mas aquele momento era inédito, cada movimento era intensificado pelo desejo mútuo, e meus lábios não disseram mais nada, pois estavam ocupados com os dele.

Seus braços fortes envolviam meu corpo delicado, me trazendo mais para perto, enquanto suas mãos deslizavam pelos meus ombros, abaixando as alças da camisola negra que eu estava usando. O toque de suas mãos em minha pele nua me causava deliciosos arrepios, que percorriam meu corpo inteiro. Caleb me puxou para perto da cama e sentou-se na beirada, e seu olhar carregado de uma adoração cega, fitava meu corpo.

- Você é a mais linda de todas – sua voz estava levemente rouca, sua respiração ofegante – minha amada, minha deusa, eu serei seu eternamente.

Sorri, subindo na cama, uma perna de cada lado de seu corpo ainda sentado.

- E eu serei sempre sua Caleb, eu te amo. – nunca havia sentido tanta certeza ao dizer aquelas palavras, meu ser todo estava concentrado naquele momento. Voltamos a nos beijar com um ardor ainda mais intenso, enquanto caíamos na cama, sem pensar em mais nada, apenas em nós.

Em um determinado momento, quando eu já havia perdido a noção do tempo e nossos corpos encontravam-se unidos, Caleb deslizou seus lábios em meu pescoço, descendo devagar em direção ao meu colo. Minha mão agarrava firmemente seu cabelo na altura da nuca, quando senti sua unha deslizar por sobre meu seio esquerdo, deixando uma deliciosa ardência enquanto cortava minha pele, deixando o sangue aparecer, e quando seus lábios encontraram meu corpo novamente, provando de meu sangue pela primeira vez, senti uma explosão de prazer, tão intenso que por alguns segundos pensei ter desmaiado, tamanha intensidade.

O segurei com a outra mão, em seu braço, cravando as unhas ali, totalmente fora de mim. Deixei que ele provasse o quanto desejasse, estava completamente entregue. O quarto era preenchido pelo som de nosso amor, pelo calor que emanava de nossos corpos. Caleb por fim ergueu seu corpo, voltando aos meus lábios, me fazendo provar de meu próprio sangue. Suspirei, deslizando as unhas por suas costas, o fazendo gemer. Já sem agüentar, levei meus próprios lábios até o pescoço dele, o provando primeiro com a língua, antes de perfurar sua carne com meus caninos. Senti sua respiração ser presa e seu corpo retesar enquanto a primeira gota fluía para meus lábios, e senti o arrepio intenso que lhe percorreu, quando a onda de prazer se alastrou por seu corpo, deixando seus movimentos e gestos mais intensos, conforme eu bebia de seu sangue.

Mas, mais do que aquele prazer absurdamente surreal que estávamos sentindo, algo havia acontecido: havíamos nos carimbado... e eu não havia perdido meu laço com Dimitri.
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Sophya em 13/05/10, 01:46 pm

Nossa! mal posso esperar pelo proximo capitulo.
avatar
Sophya
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 196
Pontos : 207
Data de inscrição : 23/01/2010
Idade : 23

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Sophya
Classe: Sextos Formandos Sextos Formandos
Afinidade Afinidade: Água Água

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Maryah em 15/05/10, 11:56 pm

OMG!!! foi hot demais!!! que foi isso ein?! =O choquei-me
avatar
Maryah
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 352
Pontos : 366
Data de inscrição : 06/10/2009
Idade : 27
Localização : Florianópolis/SC

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Maylu
Classe: Quintos Formandos Quintos Formandos
Afinidade Afinidade: Terra Terra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Nyx em 16/05/10, 01:34 am

É que eu tava inspirada no Ben XDDDDD
avatar
Nyx
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 282
Pontos : 306
Data de inscrição : 26/08/2009
Idade : 32
Localização : Na cabana com Dimitri

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: Nyx
Classe: Professores Professores
Afinidade Afinidade: Fogo Fogo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por mariana em 17/05/10, 05:42 pm

perfeito*.*
avatar
mariana
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 215
Pontos : 230
Data de inscrição : 28/11/2009
Idade : 21
Localização : portugal

Aluno Morada da Noite
Nome Vampirico:: anjelnight
Classe: Terceiros Formandos Terceiros Formandos
Afinidade Afinidade: Espirito Espirito

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lágrimas divinas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum